TrashNews

Notícias onde elas merecem estar

Comparação de currículos favorece Dilma

Na ótica tucana, a comparação de currículos positivo X positivo entre Collor e Serra seria favorável à Collor. Collor foi presidente, governador, prefeito, deputado federal e atualmente é senador. Serra perde dessa “experiência”. No entanto, qualquer pessoa sensata consideraria a experiência completa, o que elas têm de positivo e negativo. Aí Collor carrega o impeachment, como processo histórico e como fato político, em que pese sua recente e total absolvição no STJ.

Na ótica sensata, portanto, a comparação de currículos entre Serra e Dilma, que FHC pede em sua entrevista ao Estadão, é favorável à Dilma.

Serra como deputado federal Constituinte deixou muito a desejar, tendo sido contra jornada de trabalho de 40 horas, estabilidade no emprego, direito de greve e monopólio nacional da distribuição do petróleo, bem como se ausentou de votações importantes.

Serra como ministro do planejamento carrega a condução de parte importante da privataria, como a da Vale do Rio Doce, Light;

Serra como ministro da saúde carrega a participação direta na “distribuição das mercadorias” no caso da máfia das ambulâncias. Ele não sabia?

Serra como governador (três anos e quatro meses) carrega a privataria da Cesp Tietê, Congás, Banespa, Nossa Caixa, o festival de pedágios, o alagão e fracasso na despoluição do Tietê, e é citado em um depoimento na investigação da Operação Satiagraha. Sua bancada na assembléia legislativa nega uma centena de pedidos de instalação de CPIs, entre elas a que deseja apurar o escândalo de corrupção com a Alstom, que teve diversos executivos presos na Europa.

Como prefeito (um ano e quatro meses) carrega a contratação da ONG do atual governador de SP, Alberto Goldman, e não fez absolutamente nada de relevante. Serra  nunca concluiu um mandato executivo, como nunca concluiu o 3° grau, embora se auto-intitule  “economista”.

10 de abril de 2010 Posted by | Trash "deu m..., Trash "tiro no pé" | , , , , , , , | Deixe um comentário

Serra não gosta de Lula, revela Deuza

Só Deuza tem coragem a assume não gostar do Lula

A nova primeira-dama de São Paulo, Deuzeni Goldman revelou para Mônica Bérgamo na Folha de São Paulo, o que todo mundo já sabia mas Serra tem medo de assumir: ele não gosta de Lula. Deuza mesma, como é chamada na intimidade, só tem aversão.

Do alto de seu “cargo”, emitiu parecer sobre o Bolsa Família: segundo Deuza é um programa que “dá dinheiro mensal para a pessoa se acomodar”. Ela, no entanto, diz que irá comandar coisa bem diferente, a campanha do agasalho que, em suas palavras “é emergencial, para a pessoa não passar frio.”

Cuidar dessa campanha emregencial será o maior desafio para quem, até agora diz cuidar de filhos, netos e enteados, escolher as roupas do marido governador  de São Paulo, Alberto Goldman, fazer dança, piano, inglês, ginástica e meditar duas vezes por dia para relaxar, conforme contou à jornalista da Folha.

6 de abril de 2010 Posted by | Trash "é dando que se recebe"., Trash "deu m... | , , , , | Deixe um comentário

Diga-me quem carregas e não te direi quem és

“Ele estava no local, não disse o que estava fazendo”. Com essa frase lapidar, com a qual a assessoria de imprensa da Polícia Militar espera entrar para os anais das relações públicas, explica-se tudo. O mais curioso é que nossa impoluta imprensa não vê nesse episódio nenhuma ameaça à democracia. Como o diria o filósofo do de chapéu branco que habita o prédio da Previ na marginal, “as vezes é necessário fazer um mal menor para se alcançar um bem maior”, não é mesmo?! Coisa normal, bola prá frente, mudando de assunto!

Claro que para os professores essa é uma lição a ser passada de geração em geração. Foto tão ilustrativa de como opera a polícia de um candidato à presidência da república diz muito mais que mil discursos.

29 de março de 2010 Posted by | Trash "deu m... | , , , | 1 Comentário